Saúde busca soluções para melhorar atendimento nos plantões pediátricos

A falta de médicos pediatras plantonistas na região metropolitana de Londrina tem causado transtornos em todas as redes municipais de sáude. O problema é mais evidente nos plantões dos finais de semana e feriados, fato que tem sido alvo de reclamações por parte da população. Na busca de soluções para a situação, o Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Paranapanema (CISMEPAR), órgão responsável pela contratação dos profissionais, vai abrir um novo credenciamento a partir da próxima quarta-feira (26) para que mais empresas do setor possam participar. Atualmente, apenas três empresas são credenciadas para prestar o serviço e não estão conseguindo suprir a demanda de plantonistas, principalmente pediatras.

As administrações municipais estão se mobilizando para amenizar o problema enquanto o CISMEPAR tenta regularizar a situação. Durante uma reunião entre gestores de saúde dos municípios e a 17ª Regional de Saúde, foi traçada uma estratégia de parceria entre as cidades para otimizar o atendimento infantil nos plantões. Os gestores deliberaram que, na falta de um plantonista de pediatria em qualquer uma das unidades de saúde, os pacientes podem ser encaminhados para a unidade mais próxima onde os serviços estejam normalizados, o transporte pode ser feito pelos municípios.

A Secretaria Municipal de Saúde de Cambé pode encaminhar pacientes em casos de urgência e emergência para o Hospital da Zona Sul de Londrina, Santa Casa de Cambé e Hospital Cristo Rei de Ibiporã, quando houver falta de pediatras na cidade. Segundo informações da Secretaria, no último final de semana, todos os pacientes que se enquadravam nestes grupos, após passarem por triagem, foram encaminhados para unidades de saúde da região. (PMC/SeCOM)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: