ESTILO: A nova geração de barbeiros de Cambé

Jovens empreendedores têm investido em peso em especializações na área da estética masculina e já estão tirando vantagens

Por Júlia Cristina da Silva

Muito bem estruturadas, com estilo retrô e um novo estilo de atendimento, as novas barbearias têm tomado conta do cenário cambeense. Mais interessante do que o estilo da arquitetura e decoração é a idade dos proprietários desse modelo de negócio. Os jovens barbeiros vieram para ficar e têm investido muito na especialização da área de beleza masculina. Com o crescimento da preocupação dos homens com a estética, eles viram uma oportunidade de empreender com criatividade e estão otimistas.

Funcionários na Silva’s Barbearia (arquivo pessoal)

Wagner Silva, proprietário do Silva’s Barbearia, tem 22 anos e mantém seu negócio há três, com mais dois funcionários. A Silva’s é muito bem localizada na Avenida Inglaterra (centro de Cambé) e funciona em uma casa de modelo antigo. O proprietário não economizou na criatividade ao aproveitar o estilo do imóvel e transformar o ambiente em uma barbearia rústica.

Além do investimento em estrutura, Silva e os funcionários fazem questão de se especializarem sempre para oferecer serviços exclusivos. “Fazemos corte de cabelo e barba, pigmentação de sobrancelha, progressiva, relaxamento, botox. Buscamos atender a todas as necessidades dos clientes”, explica.

“Sempre tive interesse em seguir essa profissão. Com 14 anos eu já brincava de cortar o cabelo em casa. Há cinco anos eu fiz meu primeiro curso, na Embeleze, e desde então continuei me especializando com vários workshops”, conta Silva, sobre como se qualificou na área.

Wagner conseguiu unir o útil ao agradável e hoje faz parte dessa nova geração de barbeiros de Cambé, trabalhando com o que gosta e conseguindo renda o suficiente para ajudar a família e se manter na vida. Sobre como fazer os negócios prosperarem, ele diz: “Quem tem vontade de trabalhar nessa área tem que mergulhar de cabeça, ser positivo e sempre investir em especializações para acompanhar as exigências do mercado”. Atualmente a Silva’s Barberia atende 600 clientes por mês.


Igor atendendo um cliente (arquivo pessoal)

Para fazer a alegria dos homens da região do Jardim Silvino, Igor Pádua (21), abriu a Barbearia Pádua há dois anos e oferece cortes diferenciados, manutenção das sobrancelhas e barboterapia. Sozinho, ele chega a atender 300 clientes por mês, colocando em prática seus quatro cursos de aperfeiçoamento. “Eu sempre quis ter a possibilidade de renovar a aparência das pessoas para que a autoestima delas esteja sempre elevada. Essa profissão me proporcionou isso”, conta o jovem barbeiro.

Um dos clientes de Pádua, Devanir Moraes, elogia o novo estilo de atendimento das novas barbearias. “Hoje, para nós, a barbearia não é mais um lugar só de cortar o cabelo e fazer a barba. Se tornou um local de descontração, de encontro com os amigos. Os proprietários permitem que o local seja um ambiente de diversão e os homens acabam frequentando toda semana e ainda mantém o cuidado com a beleza em dia”, completa Moraes.
Igor conclui que para fidelizar uma clientela, o diferencial do negócio, além da boa estrutura e um ambiente com estilo diferente, deve ser o atendimento. “Não tem nada melhor do que um cliente voltar pelo bom atendimento. Além disso, ele deve olhar o resultado final do serviço que ele solicitou e ficar muito satisfeito”.

Gildo Miliorini

Mas não há nada como ouvir a voz da experiência. Gildo Miliorini tem um tradicional salão em Cambé, o Gildo Coiffeur, que hoje é referência da região. Com 39 anos de funcionamento, o salão masculino atende clientes de de Cambé, além de Arapongas, Rolândia e Londrina. Para o proprietário, esse é o resultado de sempre inovar oferecendo serviços diferentes conforme os anos vão passando.

Fachada da Barbearia Padua ( arquivo pessoal)

“Oferecer esse tipo de serviço não é algo novo para mim. O diferencial de um estabelecimento que ofereça o cuidado com a estética masculina é o investimento em profissionais com qualificação em serviços e o atendimento exclusivo, para que os clientes se sintam únicos e sempre voltem ao salão”, ressalta sobre o que deve ser importante no ramo da barbearia.

A opinião de Wagner, Igor e Gildo é unânime quando se trata sobre o maior interesse dos homens em cuidar da beleza. Sim, os homens estão se cuidando mais e para os barbeiros e cabeleireiros é muito vantajoso. Por isso, esses são alguns exemplos de como investir em qualificação e ser criativo para atender às necessidades do mercado tradicional e ao mesmo tempo inovador das barbearias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


%d blogueiros gostam disto: