Educação reúne professores de antigas escolas rurais municipais de Cambé

Como parte do projeto “Relembrando as antigas escolas rurais: a história da educação no Município de Cambé” a Secretaria de Educação reuniu cerca de 20 professoras e ex-professoras que lecionaram em escolas rurais municipais desde a década de 40. O encontro proporcionou um momento de recordações e depoimentos sobre a experiência de trabalhar nas primeiras escolas da cidade. A reunião aconteceu no Shopping Itália, no dia 26 de outubro (sexta-feira).

Cláudia Codato, secretária de Educação e Angélica Zerbetto, assessora de História, elaboraram apresentações de slides com fotos das antigas escolas, que eram localizadas em fazendas, como a São Domingos, a Maria Francelina, a Piratininga, entre outras. Segundo Codato, em 71 anos, Cambé já manteve em funcionamento 41 escolas rurais.

Algumas professoras contaram um pouco de suas experiências enquanto lecionaram em um desses locais. “Em 1972, quando comecei a lecionar, eu tinha 17 anos. Tinha a responsabilidade de manter a sala em ordem e conseguir educar os alunos, foi assim que me apaixonei pela profissão”, conta Sônia Alves, professora aposentada.

Ao final do encontro, as professoras se sentiram agradecidas pela homenagem, pelo momento de lembranças e Codato retribuiu. “A história de Cambé foi construída por todos os que fizeram e fazem parte da educação no nosso município e eles merecem todo o nosso reconhecimento e consideração”, declarou a secretária a todas as professoras presentes.

O PROJETO
O projeto “Relembrando as antigas escolas rurais: a história da educação no Município de Cambé” começou em 2017, através do recolhimento e pesquisa de documentos oficiais e fotografias que tratavam da abertura, acompanhamento e fechamento das escolas que já funcionaram no município.

A segunda etapa consistiu em uma reunião com os ex-secretários municipais de Educação, para resgatar informações referentes à parte administrativa de acompanhamento das escolas rurais. E a terceira foi a reunião que aconteceu no dia 26 de outubro. (SeCOM/PMC)

O projeto dará continuidade aos encontros de profissionais que fizeram parte da Educação do Município e o objetivo final, segundo Codato, é produzir um documentário com todos esses momentos e recordações.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


%d blogueiros gostam disto: