Cambé reduz índices de infestação do mosquito da dengue

Em relação ao primeiro levantamento de 2018 sobre a infestação do mosquito da dengue em Cambé, que apresentou um índice de 3,4%, a última amostragem apontou que o número de registros diminuiu para 2,4%. O levantamento foi realizado entre os dias 2 e 4 de abril.

Apesar da redução do índice, a cidade ainda permanece em situação de alerta para a infestação do Aedes aegypt. Os bairros que apresentaram maior índice foram o Campos Verdes e o Estância Maria Luiza, onde foram encontrados focos do mosquito em 28,5% e 16,6% dos imóveis, respectivamente.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, os cuidados para impedir a proliferação do mosquito da dengue devem continuar. Não acumular lixo e entulhos nos quintais, cuidar de vasos e objetos que acumulem água e fiscalizar áreas públicas são ações que podem frear uma possível epidemia da doença.

Mutirão de Limpeza
Para a coordenadora do departamento de Endemias da Secretaria da Saúde, Nelci Mariano, a redução dos números de residências com focos do mosquito é significativa, mas é necessário intensificar os mutirões de limpeza e visita aos imóveis nos bairros com maior índice.

Por conta disso, as secretarias de Saúde e Meio Ambiente começaram na última quarta-feira (25 de abril) a segunda etapa dos mutirões de limpeza contra a dengue. As equipes de limpeza recolheram 10 caminhões de entulhos, totalizando 30 toneladas dos bairros Guarani, Cristal, São Francisco, Mesquita, Cambé V, Nossa Terra e Nova Cambé.

Desde o começo do ano, os mutirões de limpeza da dengue recolheram o alarmante número de 1120 toneladas de lixo e entulhos em todas as regiões da cidade.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


%d blogueiros gostam disto: